Belchior: Infinita Aquarela

terça-feira, junho 05, 2007

Infinita Aquarela


Clique para assistir o vídeo
Vídeo original dos sites www.mundodacrianca.com / www.laboratoriodedesenhos.com.br

Aquarela é sem dúvida uma das músicas mais bonitas da MPB e uma das composições mais felizes de Vinícius e Toquinho. A letra incita uma identificação imediata com a narrativa, logo na primeira estrofe. Quantas vezes já desenhamos um sol amarelo e fizemos casas e castelos? Quem nunca tentou os riscos de um belo e azulado céu com gaivotas e, no mar, um grande barco a velejar? Quantos aviões, de todas as cores e formas, já fizemos para nós e nossas crianças? Esta canção é mesmo belíssima e sua linda melodia dificulta a percepção de um triste final – a vida descolorirá.
A doce voz de Toquinho embala uma letra cheia do vazio existencial do homem sem Deus. O futuro, o amanhã, é incerto e poderá, impiedosamente, trazer dores. Não há esperança no porvir e tudo de mais belo e puro que a vida tem, um dia se perderá na incolor inexistência.
Não, Toquinho! Não, Vinícius! O nosso grande erro é tentar pilotar a tal astronave. Isso, sim, não nos cabe, porque não somos capazes de, sozinhos, desviar da rota do pecado, o muro em que todo menino e menina chega. E é ele, o pecado, que entra sem pedir licença e sem piedade muda nossa história, sempre nos convidando a chorar - jamais a rir. Mas o Criador de todas as coisas nos traçou um melhor e mais excelente plano de vôo.
Permitamos que Cristo comande nossas vidas, que em suas mãos estejam nosso presente, passado e futuro, pois nele está toda a esperança da humanidade. Nele, os dias mais terríveis resumem-se em leve e momentânea tribulação, e as alegrias e prazeres revelam-se ínfimos diante da Glória que nos propõe.
Permitamos que o Filho de Deus seja o piloto da astronave para que a passarela nos ligue à morada daquele que em muito amor nos gerou e não à incerteza monotônica da morte eterna. Sim, Vinícius! Sim, Toquinho! Nós sabemos bem ao certo aonde vai dar nossa estrada. Quando lá chegarmos tudo ganhará novos tons, mais vibrantes e alegres, pois Ele é a Luz – fonte de todas cores. Em Cristo a vida nunca descolorirá.

"Então Jesus tornou a falar-lhes, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue de modo algum andará em trevas, mas terá a luz da vida." João 8.12

Marcelo Belchior – 06/2007