Belchior: “Vejo flores em você”

segunda-feira, agosto 28, 2006

“Vejo flores em você”

Vou também dizer que te amo e que entre nós nem tudo é desgosto; que apesar dos nossos dissabores, você é linda e amável; que você é cheia de alegria, de sorrisos abertos, de palavras de afeto, de brincadeiras entre amigos, de apoio em momentos difíceis e abraços nas vitórias do dia-a-dia. Sim, você é linda!
Vou também dizer que foi com você que conheci o maior amor do mundo; que foi você que me conduziu ao que está escrito e que, mesmo correndo o risco da divergência, me ensinou e incentivou a pensar sozinho. Você me enriquece, me instrui, me amadurece. Sim, você me acrescenta!
Vou lembrar que eu também estou em você, e só isso já é suficiente para impedi-la de ser perfeita. Vou também considerar que embora você me rotule, me imponha bandeiras e logomarcas, é em você que consigo um vislumbre das miríades de miríades dos comprados com o sangue do Cordeiro. Preciso não somente criticá-la, mas também dizer que te amo, igreja. Sim, você é muito preciosa para mim.

Marcelo Belchior – 08.2006